Notas sobre o excesso de novos hotéis em Lisboa

O aumento do número de hotéis em Lisboa é um dos argumentos utilizados pelos adeptos da turistificação da Cidade, seja lá isto o que for. O cidadão merece uma informação mais objectiva.

*Variações sobre o número de hotéis
Lisboa demora dezenas de anos para ter 93 hotéis em 2005 e apenas onze anos para duplicar este número em 2016, na realidade o crescimento é de 118.2% (gráfico 1). Afinal a malta da turistificação pode não estar enganada. Está e vamos mostrar como.

Gráfico 1 – Número de hotéis em Lisboa 2005/15


Fonte: Elaboração própria com base em INE – Anuário Estatístico da Região de Lisboa e ATL

O gráfico 2 dá a mesma informação do gráfico 1, mas uma alteração no eixo vertical (começa a quartos e não zero) cria no leitor uma percepção mais forte de crescimento. É uma ajuda para a malta da turistificação argumentar.  

Gráfico 2 – Número de hotéis em Lisboa 2005/15


Fonte: Elaboração própria com base em INE – Anuário Estatístico da Região de Lisboa e ATL

O gráfico 3 ilustra a variação anual do número de hotéis em Lisboa e dá-nos informação mais útil sobre o crescimento do seu número. Constatamos que a partir de 2010 o crescimento do número de hoteis passa a novo patamar.

Gráfico 3 – Número de hotéis em Lisboa 2005/15 - variação anual


Fonte: Elaboração própria com base em INE – Anuário Estatístico da Região de Lisboa e ATL

*Variações sobre o número de quartos dos hotéis
O gráfico 4 ilustra o número de quartos nos hotéis de Lisboa entre 2005/15. Constatamos que o número de quartos dos hotéis de Lisboa cresce 54.3% entre 2005/15, quando o número de hotéis cresce 118.2% (gráfico 1).

Gráfico 4 – Número de quartos nos hotéis de Lisboa 2005/15


Fonte: Elaboração própria com base em INE – Anuário Estatístico da Região de Lisboa e ATL

O gráfico 5 ilustra a variação anual do número de quartos dos hotéis de Lisboa que segue o padrão do crescimento do número de hotéis (gráfico 3), mas o salto de patamar parece mais atenuado.

Gráfico 5 – Variação anual do número de quartos dos hotéis de Lisboa


Fonte: Elaboração própria com base em INE – Anuário Estatístico da Região de Lisboa e ATL

*Variações sobre o número de hotéis e de quartos
O gráfico 6 ilustra a variação do número médio do stock de quartos nos hotéis de Lisboa. Se o número de hotéis cresce mais do que o número de quartos, o número médio de quartos por hotel tem fatalmente de descer.

Gráfico 6 – Número médio do stock de quartos nos hotéis de Lisboa


Fonte: Elaboração própria com base em INE – Anuário Estatístico da Região de Lisboa e ATL

Por fim, chegamos ao gráfico 7, o mais interessante. Temos o número médio de quartos por hotel em cada ano – o valor de 2005 e o médio do stock do ano. 

Este gráfico ilustra uma característica do novo paradigma dos hotéis de Lisboa – unidades mais pequenas. O que é simultaneamente simpático e assustador, porque a sua rentabilização levantará problemas.

Gráfico 7 – Número médio de quartos por hotel em cada ano 2005/15


Fonte: Elaboração própria com base em INE – Anuário Estatístico da Região de Lisboa e ATL

*Nota final
Em síntese, em Lisboa e entre 2005/16,

-o número de hotéis de Lisboa aumenta 118.2% e o de quartos 54.3%, com a tendência para hotéis mais pequenos,

-quanto a turistificação, o número de hotéis não é argumento, por serem hotéis de menor escala.


A Bem da Nação

Lisboa 9 de Fevereiro de 2017


Sérgio Palma Brito